Uma frase que muita gente já pensou em relação a 2020 e que o artista plástico português Francisco Eduardo imortalizou no rótulo de uma garrafa de vinho. Segundo o artista, que se juntou à Adega da Azueira, para desenvolver o projeto, trata-se de "uma obra de arte e não um vinho". Sendo, como se pode ler no site, "uma mensagem de fé".

A primeira edição limitada de 1.000 unidades já terminou, tendo sido vendida em apenas dois dias. Já há planos para uma segunda edição num futuro próximo, mas enquanto não chega, está à venda uma última garrafa assinada pelo valor de 999 mil euros.

O conteúdo das garrafas é um vinho tinto monocasta Syrah de 2017 certificado pela Adega da Azueira e premiado com medalha de ouro. Trata-se, segundo o site, de "uma marca positiva com intenção de gerar boa disposição, na compra, no consumo e na oferta".

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.