A estrada John Wilson Ocean Drive, em Dunedin, foi fechada depois dos leões-marinhos se terem mudado para um campo de golfe próximo e começarem a "cruzar regularmente a estrada para chegar à praia", de acordo com um post do Conselho da Cidade de Dunedin no Facebook.

O conselho disse que os residentes podem caminhar ou andar de bicicleta na área, mas devem ficar a pelo menos 20 metros de distância dos leões-marinhos e manter os cães com a trela.

O conselho explicou que os leões-marinhos da Nova Zelândia estão ameaçados de extinção e são uma das espécies mais raras de leões-marinhos do mundo. Moradores que comentaram a publicação aplaudiram a decisão.

A mãe leão-marinho, chamada Hiriwa, foi vista no campo de golfe Chisholm Links, onde fez ninho com a sua cria num arbusto perto do buraco 13, segundo relatou a Rádio Nova Zelândia.

Este é a quinta cria de Hiriwa, segundo Jim Fyfe, guarda-florestal da biodiversidade costeira do Departamento de Conservação  de Otago. “Ela veio pela John Wilson Drive e entrou no campo de golfe para ter a sua cria nos arbustos”, disse à Rádio Nova Zelândia.

A mãe e a cria vão passar cerca de um mês no ninho antes de partirem para o mar. Durante esse tempo, a mãe precisará caminhar 500 metros até à praia todos os dias para se alimentar e é por isso que o encerramento da estrada é tão importante.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.