Estávamos nesta altura em Kanchanaburi, ainda nas primeiras semanas da nossa viagem que acabou por durar oito meses pelo Sudeste Asiático. E o motivo que nos levou lá foram os relatos que ouvimos e lemos acerca das cascatas que ficavam nas redondezas daquela província.

Acordamos e apanhámos o primeiro autocarro do dia que nos levaria a este Parque Nacional. Queríamos ir cedo para aproveitar as horas de menor confusão e para termos o máximo de tempo possível no local.

E ainda bem que assim foi! Esperávamos uma, mas acabamos por perceber que afinal eram sete as tão famosas cascatas.

Sete cascatas num ambiente natural onde a frescura da natureza envolvente, o verde-esmeralda das muitas lagoas, os ruídos da fauna e do Rio Khwae Yai formam um cenário idílico ao longo de um percurso com cerca de 2000 metros de declive.

Estávamos ainda mais entusiasmados e não perdemos tempo! Começámos logo o nosso percurso junto ao rio, descobrindo as várias cascatas e não dispensando um mergulho refrescante a cada paragem.

Vê a galeria de fotos que registamos deste sítio incrível, onde o som de fundo é o correr da água e os ruídos da fauna, onde a água nos refrescou do calor e os peixes nos beijaram, de verdade.

Se quiseres saber mais sobre a nossa passagem pela Tailândia podes encontrar as nossas histórias aqui. Ou se ficaste com vontade de visitar esta região também te damos uma bela dica para lá chegar neste artigo. E já agora, não deixes de seguir as nossas aventuras no Facebook ou Instagram.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.