Fiz uma ‘viagem’ pelo Instagram e algumas histórias convenceram-me tais como a da @alisafoytik que é uma mãe assumidamente mulher empoderada: a mãe numa manhã de sábado com a sua filhota enquanto nos conta no seu Instagram que o que mais ama na vida é precisamente viver a sua filha mesmo quando nesse tempo estão as horas do seu trabalho à distância. E refere algo que me fez selecionar este perfil: viajar com os filhos é das melhores coisas que esta mamã adora e ver, assim, o crescimento deles através das viagens e de férias inesperadas. Aliás ela intitula-se “mom entrepreneur”, uma tarefa que que não é fácil. Ser mãe é mais uma carreira, é mais uma viagem adorável.

Depois gostei do sentido prático de mães viajantes como o caso da @everyavenuelife: planear viagens com a família. A mãe organiza o plano de viagem todo e avisa-nos que poder trabalhar neste Mundo COVID-19 é algo que deve ser revisto como positivo pois ela pode estar com a sua filha e o seu marido a viajar constantemente (e a trabalhar) nos países do Caribe. Fica a sugestão para celebrar a maternidade, o dia da mãe.

Nesta onda de otimismo e mães-poder, temos as dicas da mãe viajante @amomexplores. Como o próprio nome do perfil indica, a mãe exploradora pode sê-lo sem parecer que viajar com crianças pequeninas seja extenuante ou impossível. Exatamente ao contrário: viajar com os filhos é a melhor experiência do mundo. E o mundo por si só já é uma experiência: ela alerta que se não se planear a viagem com os filhos, então nunca vai acontecer. Deixa este conselho a todas as mães que protelam o sonho de viajar para um futuro sem agenda marcada.

Dicas então: poupar só para viagens da mamã com os filhotes; perceber que destinos existem bastante perto para se tornarem em múltiplas oportunidades de viajar; procurar descontos em viagens e cartões pois eles existem; considere passar o Natal em viagem com a família, para evitar furar o calendário de forma stressante por causa dos horários escolares; verifique as épocas baixas em certos destinos de sonho; viaje na sua cidade.

Uma das coisas que muito notei enquanto viajei no Natal e na passagem de ano de 2019/2020, foi precisamente a opção de famílias quanto a celebrar o Natal em viagem. Sobretudo famílias com crianças muito pequenas. E isto vi no Panamá, no Belize, em Guatemala, em Miami e em Costa Rica. Mais neste último destino: famílias com as palmeiras como se fossem as árvores do seu Natal. Os risos calorosos, as corridas das crianças nas praias, as visitas aos museus, tudo sob os abafados trópicos. Já pensou neste plano? Siga-o, não adie viajar.

Depois encantei-me com outra perspetiva de celebrar viagens e as mães: a @mandelaleola celebra o dia da mãe com uma franca dedicatória à sua mãe. A mãe que deu à luz aos 45 anos pois a carreira assim a posicionou na vida e porque sempre viajou muito. E continuou a fazê-lo com a filha pelos quatro cantos absolutos do planeta. E foi assim que defendeu uma forma de educar: mães que trabalham na área de viagens e que podem dar uma educação diferente aos filhos que passam a perceber outras culturas. Esta filha, no seu Instagram, celebra assim a sua mãe viajante como pioneira nesta forma de pensar e de ser mãe. Muitos parabéns a ela!

Sobre viagens e maternidade, também temos bons exemplos como o caso da família portuguesa @ohanadventures (ver o meu artigo sobre as viajar em família) que educa o Martim precisamente através de viagens. Cada data de aniversário é uma viagem. E conhece as dicas da Marta Rodrigues (@birras.em.direto)? Uma mãe que aceitou falar comigo sobre viajar com três crianças pequenas. Esteja atenta(o) ao próximo artigo então.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.